top of page

Microsoft e Oracle firmam parceria para serviços na nuvem



Em breve, os clientes da Microsoft e da Oracle poderão migrar e executar cargas de trabalho corporativas tanto no Microsoft Azure como no Oracle Cloud. Graças a uma parceria das empresas, os usuários poderão conectar serviços do Azure, como análises e inteligência artificial, aos serviços do Oracle Cloud, como o banco de dados autônomo.

O acordo também permitirá que os clientes executem uma parte de uma carga de trabalho no Azure e outra parte da mesma carga de trabalho dentro do Oracle Cloud, como parte da melhor experiência em ambas as nuvens. Juntos, o Azure e o Oracle Cloud agora oferecem aos clientes um balcão único para todos os serviços e aplicativos em nuvem necessários para executar todo o seu negócio.


Como vai funcionar?


Ao conectar o Azure e o Oracle Cloud por meio da operação de identidade e rede, as organizações podem se beneficiar de migrações de elevação e aprimoramento contínuas. A parceria fornece conectividade de rede direta e confiável entre as duas nuvens e, ao mesmo tempo, continua a fornecer o serviço "premium" ao cliente.


Cenários novos e inovadores agora também são possíveis como resultado da parceria, como a execução do Oracle e-Business Suite ou do Oracle JD Edwards no Azure, em um Oracle Autonomous Database executando a infraestrutura Exadata no Oracle Cloud.



O vice-presidente executivo do Oracle Cloud Infrastructure, Don Johnson, explicou como a parceria pode ajudar as organizações a preservarem seus investimentos em nuvem existentes. “A Oracle e a Microsoft atendem às necessidades dos clientes corporativos há décadas. Com essa parceria, nossos clientes em comum podem migrar todo o conjunto de aplicativos existentes para a nuvem sem precisar reformular nada, preservando os grandes investimentos que já fizeram", disse Johnson em comunicado.


Os clientes que desejam se conectar ao Azure e ao Oracle Cloud já podem fazer isso em um período de teste exclusivo na cidade de Ashburn e no Azure US East, ambos nos Estados Unidos. Uma expansão dos testes deverá ocorrer em breve.

Comments


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
bottom of page