SSD intel 660P: alto desempenho e 1 TB de capacidade


Voltado para o consumidor final, esse SSD da Intel usa tecnologia que compacta as camadas de transistores nos chips de memória. Isso permite que o pequeno Intel 660P alcance capacidade de 2 TB


Conforme prometido no review do SSD da Western Digital, hoje apresento mais uma análise de SSD. Trata-se do Intel 660P, que também usa a interface PCI express 3.0, tecnologia NVMe (Non-Volatile Memory express) e com formato do conector tipo M.2. No review anterior expliquei em detalhes essas tecnologias. Hoje vamos focar no review do SSD Intel 660P.


A Intel tem um portfólio de SSDs para atender os vários tipos de demandas dos consumidores. No caso do modelo 660P, é um modelo direcionado para aplicações do cotidiano, para usuários finais e também para empresas, sendo instalado no parque de máquinas direcionadas aos colaboradores.


O que pude perceber a primeira vista, uma das vantagens é o preço do 660P. Pelo mesmo custo de um SSD tipo SATA (interface que tem desempenho menor do que a PCI-e), este SSD oferece alta capacidade de armazenamento.


O modelo testado aqui tem capacidade de 1 TB (terabyte)(com preço médio de R$ 750). Mas o 660P é comercializado também na versão de 2 TB (com preço médio de R$ 1.299). Para quem não necessita de tanto espaço, existe uma versão de 512 GB ao preço médio de R$ 420.


Depois de conhecer o produto, será que vale trocar o HD do seu computador por um SSD desse tipo? Acompanhe os testes para ver o desempenho.


SSD Intel 660P de 1TB - instalação


Primeiro é importante explicar que seu computador, seja notebook ou desktop, precisa ser compatível com a tecnologia NVMe para usar esse produto.

A foto abaixo mostra a instalação do Intel 660P em um notebook Avell G1550. A instalação é simples, como pode ser visto: basta encaixar o produto no slot compatível.



Em seguida basta ligar o computador e iniciar o Gerenciador de disco do Windows (7 ou 10) e iniciar a partição Intel 660P. Feito isso, basta formatar como qualquer HD. Assim o produto está pronto para uso. 


Vale informar que o site da Intel tem um software para monitorar e diagnosticar esse SSD, chamado Intel Drive toolbox. Ele é muito útil para monitorar as condições de "saúde" do SSD, já que é o componente que armazena nossos dados pessoais e de trabalho.


SSD Intel 660P de 1TB: os testes de desempenho


Esse notebook da Avell usa um processador Intel Core i7-9750H, de nona geração, que trabalha a 2,6 GHz e pode chegar a 4 GHz em demanda maior. A memória é de 16 GB e, como armazenamento, ele já utiliza um SSD de outra marca com 500 GB de capacidade, porém, em uma interface SATA3.


O primeiro teste utilizado foi o CrystalDiskMark. Os testes sintéticos do software medem a taxa real de escrita e leitura por meio de algoritmos e arquivos de tamanhos diferentes gerados pelo próprio software.


Interpretação dos resultados dos testes


Este software usa uma massa de dados escolhida pelo usuário. Escolhi 1 GB para não demorar muito e também porque fica dentro de uma faixa adequada para a maioria dos usuários.


Na primeira linha da figura acima, ele faz o teste de leitura e gravação sequencial de arquivos, o que é importante para saber o quanto é veloz para gravar arquivos grandes (jogos ou projetos de edição de vídeo, por exemplo) e também o quanto é rápido para fazer a leitura desses dados.


Na segunda linha da tabela, o software faz testes com arquivos pequenos de 4 Kbytes distribuídos em 8 blocos que vão se somando e se agrupando em blocos maiores (no total de 8) até formar 1 GB. É para conhecer a velocidade de leitura e gravação quando acessado vários arquivos de tamanhos pequenos.


Na terceira linha ele faz a leitura e gravação dos mesmos arquivos em 4Kbytes, porém, em um grupo maior de arquivos e em acesso aleatório. Nesse caso, verifique que as taxas de leitura e gravação diminuem, pois são arquivos pequenos, lidos em partes diferentes do SSD.


Na última linha os arquivos não são agrupados, são pequenos e distribuídos também aleatoriamente, o que faz a taxa cair ainda mais.


Em nível de comparação veja os testes desse review de um SSD com interface SATA. Note que o SSD tipo SATA já é muito mais rápido do que um HD magnético, como informa o review. Mas o SSD Intel 660P, que usa NVMe e interface PCI-express 3.0 em vez de SATA, é 3,5 vezes mais rápido do que o SSD com interface SATA.


Intel 660P de 1TB - testes de boot e carga de softwares


Como já comentado, a Intel tem softwares em seu site para auxiliar no uso de seus produtos, e para o Intel 660P há um software muito útil de clonagem de disco. Ele facilita muito o upgrade do computador para passar todos os dados do seu HD para o Intel 660P. 

A clonagem não é uma simples cópia de arquivos. Ela traz para o novo armazenamento toda a formatação do disco que estava instalado no PC, assim como atalhos e quaisquer outras mudanças nos softwares. No caso da Intel, esse software chama-se Intel Data Migration e está ilustrado na tela abaixo.


Eu fiz a clonagem do SSD que estava instalado e os resultados impressionaram. O SSD do notebook Avell G1550 já rápido apenas por ser um SSD, mas esse teste mostrou que a tecnologia NVMe e a interface PCI-e 3.0 é poderosa.

O boot do Windows 10 levava 23 segundos com o SSD SATA3, o que já é um tempo ótimo de boot. Para ter uma ideia, o tempo médio de boot do windows 10 instalado em HD passa fácil a casa dos 60 segundos. 


Inicializando o Windows 10 com o Intel 660P, o boot levou 18 segundos. Um software como o Photoshop CS6 (versão que eu tinha disponível) carregou em 6 segundos a partir de uma foto em formato RAW (sem compressão) com peso de arquivo de imagem RAW de 30 MB. É realmente algo muito rápido. 


A multitarefa também ganhava produtividade, já que o Windows usa armazenamento como memória de troca quando o sistema está com muitas aplicações abertas. É uma experiência bem animadora ver todos os softwares sendo executados com mais desempenho.


Intel 660P de 1TB: conclusão


Sem dúvida, a tecnologia NVMe para SSDs é o "must" da atualidade, e o Intel 660P provou isso nos testes. Esse modelo da Intel é voltado para o consumidor final, o usuário comum que deseja  aumentar o desempenho do seu PC (notebook ou desktop) e ainda com alta capacidade de armazenamento.


Importante dizer que o SSD Intel 660P tem 3 modelos, com 512 GB, 1 TB e 2 TB. É possível atingir tamanha capacidade graças a tecnologia Intel 64-Layer QLC Nand. A terminologia Nand é o tipo de memória, tipo do chip utilizado, e QLC significa Quad Level Cell - Célula de Nível Quádruplo. Isso é a técnica de construção das pastilhas de memória, que permite a um produto de dimensões tão pequenas atingir altas capacidades.


Durante os testes, foram utilizados vários tipos de arquivos, além de software de benchmark que estressa o Intel 660P ao máximo, realizando vários acessos de escrita e leitura. O Intel 660P não apresentou falhas e manteve o nível de desempenho prometido pela empresa.

O preço de SSDs desse tipo (NVMe) ainda é um tanto elevado, porém, já caiu cerca de 35% em relação a 2018. É preciso levar em conta que o desempenho geral é cerca de 6 vezes maior do que um disco rígido tradicional. Enfim, na ponta do lápis, vale a pena o ganho de produtividade que se obtém com esse produto.


Pontos fortes:

- fácil instalação;

- alto desempenho;

- modelos de alta capacidade;

- softwares para clonagem e para monitoramento.


Pontos fracos:

- Preço no Brasil ainda é alto.

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square

FALE CONOSCO

Telefone

(31) 2535-4598

(31) 97508-2004

 

Endereço:

Rua Padre Francisco Scrizzi, 60 - Palmeiras 

CEP: 30570-525 - Belo Horizonte - MG - Brasil

              HORÁRIO DE

            FUNCIONAMENTO

               Segunda à Sexta:

               De 09 às 18 horas.

   Sábado                Agendamento

   Domingo             Fechado

   Feriado                Agendamento

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

        Formas de Pagamento

Crédito/Débito/Parcelamento