Microsoft começa a usar tecnologia AMP do Google no Bing



O Bing vai ficar mais parecido com o Google nas próximas semanas. E tudo isso graças a uma tecnologia de código-aberto do próprio Google que a Microsoft começou a implementar em seu buscador: o AMP.

O recurso foi criado para ajudar a acelerar o carregamento de sites que aparecem nos resultados de pesquisa, mais ou menos como os Instant Articles do Facebook, que carregam uma página quase instantaneamente. Endereços que têm a tecnologia implementada são identificáveis pelo ícone de raio que aparece no alto da tela.

No Bing, o suporte ao AMP ainda não será tão extenso e só vai valer para os resultados de notícias que aparecem no carrossel, logo no topo – bem como faz o Google. A novidade também só vale, por enquanto, para os EUA, mas deve cobrir mais sites em breve. A própria Microsoft diz que essa é só a primeira fase do lançamento global.

Ver a Microsoft uma tecnologia de um rival até soa um pouco absurdo à primeira vista, mas é bem menos do que parece. O AMP, afinal de contas, é uma iniciativa de código-aberto, da mesma forma que é o Android. Além disso, o próprio Bing já faz parte do projeto desde 2016, quando incluiu o suporte às páginas em seu app.


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square

FALE CONOSCO

Telefone

(31) 2535-4598

(31) 97508-2004

 

Endereço:

Rua Padre Francisco Scrizzi, 60 - Palmeiras 

CEP: 30570-525 - Belo Horizonte - MG - Brasil

              HORÁRIO DE

            FUNCIONAMENTO

               Segunda à Sexta:

               De 09 às 18 horas.

   Sábado                Agendamento

   Domingo             Fechado

   Feriado                Agendamento

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

        Formas de Pagamento

Crédito/Débito/Parcelamento